MG: Semana das Águas 2014 discute o papel da ciência na gestão dos recursos hídricos

Teasers facebook

 Conhecer e integrar o conhecimento científico e as soluções tecnológicas e inovadoras no processo da gestão de recursos hídricos do Estado. É esse o objetivo principal da Semana das Águas 2014, evento que irá, por meio de seminários, mini-cursos, palestras   debater como a ciência e a inovação podem promover um salto de qualidade na gestão das águas. Palestra de abertura será feita pelo jornalista Sérgio Abranches. Para inscrições visite: http://www.semanadasaguas.com.br/

“Investir em ciência é essencial, pois sem inovação e pesquisa não há política ambiental consistente”. Com essa premissa, a diretora-geral do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam), Marília Carvalho Melo, convida a sociedade mineira para três dias de debates, capacitações, mostras e outras atividades para promover o conhecimento e a discussão sobre um dos recursos mais estratégicos do planeta: a água.

A Semana das Águas 2014 tem como tema “Ciência e Inovação na Gestão das Águas” e é promovida em parceria pelo Igam, o Hidroex, a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg). O evento ocorre de 25 a 27 de março na UFMG (dias 25 e 26) e na sede da Fiemg (27).

“Queremos construir uma agenda para os próximos anos visando à implementação de uma gestão mais eficiente no âmbito das bacias hidrográficas”, explica Marília. “Para tanto, precisamos avançar na gestão das águas a partir de uma base sólida de Ciência, Tecnologia e Inovação”, complementa. Para atingir esse objetivo a Semana irá reunir especialistas e personalidades ligadas à área para expor a sociedade quais as estratégias e modelos a serem seguidos para alcançar esse fim.

Abertura e palestra de inspiração  Continue lendo

Anúncios

Presidente do HIDROEX participa de Painel Especial sobre cooperação pelas águas durante Conferência Geral da UNESCO

© UNESCO/F. Gentile Speech by Irina Bokova on the occasion of the International Year of Water Cooperation, Side-Event of the 37th session of the General Conference of UNESCO

© UNESCO/F. Gentile Speech by Irina Bokova on the occasion of the International Year of Water Cooperation, Side-Event of the 37th session of the General Conference of UNESCO

“A cooperação pelas águas é sobre a dignidade humana …”, afirmou a Diretora-geral

Em 14 de novembro de 2013, a Diretora Geral da UNESCO, Irina Bokova, abriu o evento do Painel Especial sobre o Ano Internacional de Cooperação pela Água, organizado no âmbito da 37 ª Sessão da Conferência Geral da instituição, realizado na sede da UNESCO em Paris.

“A cooperação pelas águas é sobre a dignidade humana, tanto quanto é sobre o desenvolvimento, os dois não podem ser separados”, afirmou a Diretora Geral.

Participaram do evento o presidente da Fundação Centro Internacional de Educação, Capacitação e Pesquisa Aplicada em Águas (HidroEX), Octávio Elísio Alves de Brito, o Vice-Presidente para a África do Programa Hidrológico Internacional (PHI), Chrispine Omondi Juma, o embaixador do Tajiquistão nas Nações Unidas, Sua Excelência o Senhor Sirodjidin M. Aslov, bem como os Delegados Permanentes junto à UNESCO da Holanda, Alemanha, Hungria, República da Coreia e México.

Os palestrantes discutiram uma variedade de tópicos que são de grande importância para o futuro da cooperação pela água, incluindo a cooperação contra a escassez de água, segurança hídrica na África, e compartilhamento de água e manejo sustentável. O evento faz parte de uma série de eventos organizados no contexto do Ano Internacional de Cooperação pela Água que a UNESCO lidera em nome da ONU-WATER.

HIDROEX abre seleção para três vagas de mestrado na Holanda

hidroex TRANSPARENTE PORTUGUES

A Fundação Centro Internacional de Educação, Capacitação e Pesquisa Aplicada em Águas (HidroEX) abriu inscrições para seleção de estudantes que queiram cursar mestrado no Unesco-IHE – Instituto de Educação para as Águas, em Delft, na Holanda. O edital para o processo de seleção foi publicado no Diário Oficial de Minas na última sexta-feira (28).

Serão oferecidas três vagas para o segundo semestre, que se inicia em outubro de 2013, com duração de 18 meses. Os interessados podem optar por uma das três áreas oferecidas: Ciências Ambientais (com especializações em Gestão e Planejamento Ambiental ou Gestão de Qualidade de Água); Gestão de Recursos Hídricos (com especializações em Recursos Hídricos ou Gestão de Serviços de Água) e Ciências das Águas e Engenharia (com especializações em Engenharia Hidráulica e Desenvolvimento de Bacias Hidrográficas ou Engenharia Hidráulica – solo e desenvolvimento da água).

CRONOGRAMA

As inscrições podem ser feitas no período de 28 de junho a 22 de agosto de 2013, na sede do HIDROEX em Frutal (MG) (rua Mário Palmério, 1.000, bairro Universitário, CEP 38.200-000) pessoalmente, por procuração ou por via postal. No dia 26 de agosto serão divulgadas as inscrições deferidas. Nos dias 29 e 30 de agosto, os candidatos selecionados farão as provas escrita e oral e serão submetidos a uma entrevista. A divulgação do resultado será no dia 4 de setembro, sendo o dia seguinte a data determinada para interposição de recursos. No dia 6 de setembro, será divulgado o resultado final.

Os três aprovados vão receber uma bolsa no valor total de até € 40.655,00, incluindo neste montante as mensalidades do curso, taxas, seguro pessoal, materiais de estudo, pesquisa de campo, hospedagem e subsídio mensal de € 970,00.

Mais informações sobre datas e documentações necessárias estão disponibilizadas no site www.unesco-ihe.org/Education/MSc-programmes

O Unesco-IHE é a maior instituição de pós-graduação do mundo no ensino sobre água, e a única instituição da ONU autorizada a conferir título de mestre a formandos e a promover programas de PHD em recursos hídricos.

Fonte: HIDROEX

 

HIDROEX lança e-books que contam de forma poética a história do rio São Francisco

e-book geral

O Rio São Francisco, apelidado de “rio da integração nacional”, é um dos cursos d’água  de maior importância  para o  Brasil e  América do Sul, reconhecido pelos seus recursos naturais e pela riqueza de sua diversidade cultural. Uma prova disto são as recentes publicações: O Velho Chico: na levada da serra; nas malhas do sertão e na pancada do mar. Estes são os três títulos dos e-books lançado pelo HIDROEX durante as comemorações do último Dia Mundial da Água, que neste ano fazem parte do Ano Internacional de Cooperação pela Água, da ONU.

A trilogia conta a história do rio São Francisco na forma de livros interativos, permeados de poesia e visualidade deslumbrante, características do artista visual Demóstenes Vargas, laureado com o prêmio Jabuti de ilustração infanto-juvenil, somado à poesia de Raimundo de Carvalho e a trilha sonora de Marku Ribas (falecido recentemente) e Matheus Braga.

Em sua essência, os livros são uma grande panorâmica percorrendo a trajetória do rio São Francisco, pontuado em suas passagens mais significativas.

Estas aplicações, desenvolvidas pelo Centro de Pesquisas, Experimentação em Sistemas Multimodais da Fundação Rodrigo Melo Franco de Andrade da UFMG, foram organizadas como uma grande trilogia sobre o rio, abrangendo desde sua nascente, percurso e foz

 e-book livro 1

  • A sua primeira parte, denominada “O Velho Chico: na levada da serra”, abrange a nascente do rio até o seu percurso em todo Estado de Minas Gerais.

e-book livro 2

  • A segunda parte da trilogia, intitulada “O Velho Chico: nas malhas do sertão”, descreve a trajetória de transição entre a caatinga mineira e o sertão da Bahia.

 e-book livro 3

  • O trabalho é finalizado com o tema “O Velho Chico: na pancada do mar”, com a narração do trajeto final do rio até a sua foz, que deságua no Oceano Atlântico, em Alagoas.

Utilizando os recursos técnicos dos dispositivos móveis, esta aplicação, que é rica em elementos animados, músicas e sons temáticos, apresenta diversas formas de interação, experimentando com as técnicas narrativas para as novas mídias, sendo, portanto, uma aplicação artística plena, devido à convergência de diversas formas de expressão, como ilustração, animação, música e games.

A aplicação é bilíngue (português/inglês) e apresenta melhor experiência visual em tablets, funcionando, contudo, em smartphones, sendo indicada para todos os públicos e idades. Para baixar, visite o “Google Play” aqui ou vá diretamente para página de apps do HIDROEX.

MCTI/CNPQ e HIDROEX lançam edital para bolsas de estudo no IHE (Delft, Holanda)

hidroex TRANSPARENTE PORTUGUES

Dentro das comemorações do Dia Mundial da Água, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação – MCTI, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq e o Centro Internacional de Educação, Capacitação e Pesquisa Aplicada em Águas (HIDROEX), entidade do Governo do Estado de Minas Gerais integrante do Programa Hidrológico Internacional da UNESCO (IHP-UNESCO) lançaram uma chamada pública para seleção de candidatos em nível de pós-graduação para estudos no Instituto de Educação para as Águas (UNESCO-IHE), sediado em Delft, Holanda, no âmbito do Programa Ciência sem Fronteiras (CsF). Os candidatos concorrerão a vagas nas modalidades doutorado sanduíche (SWE), doutorado pleno (GDE) e pós-doutorado (PDE).

ciencia sem fronteirasOs contemplados receberão bolsas de estudo pelo Programa Ciência sem Fronteiras (CsF), em uma parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

As propostas devem ser encaminhadas pelo candidato exclusivamente via Internet pela Plataforma Carlos Chagas, no site do CNPq, até o dia 3 de maio deste ano. A seleção ocorrerá a partir de junho e o apoio tem início em julho.

Para consolidar e viabilizar o programa de estágios, o Unesco-Hidroex firmou parcerias com a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig).

As propostas deverão abordar mais especificamente as seguintes linhas temáticas:

  • Gestão de Recursos Hídricos e Governança: aspectos institucionais e legais; governança; instrumentos de gestão; unidades de gestão; gerenciamento do ciclo da água em território urbano; mudanças organizacionais no setor da água.
  • Prevenção e Controle da Poluição Aquática: gestão de resíduos sólidos; prevenção da poluição e produção mais limpa; recuperação ambiental; ecotecnologias; sistemas sustentáveis; reuso de água.
  • Segurança Hídrica: desenvolvimento de pesquisas e metodologias que tratam de sistemas de águas superficiais e subterrâneas; bacias hidrográficas, portos e hidrovias  em seus aspectos principais: análise e compreensão da hidrologia; hidráulica; processos geotécnicos e morfológicos; planejamento e desenho de intervenções de engenharia em escala local, regional e trans-fronteira; gestão, operação e manutenção de infraestrutura hídrica relacionada; avaliação ambiental e mitigação de impactos devido ao uso de água e intervenções nos sistemas hídricos; desenvolvimento, aperfeiçoamento e aferição de modelos aplicáveis a alerta de eventos hidrológicos extremos de longo e curto prazo (cheias e secas); estudos visando à previsão de eventos extremos, seus efeitos e minimização.
  • Integridade ambiental: impactos das mudanças globais sobre a água; desenvolvimento de planos de gestão integrada dos sistemas hídricos; desenvolvimento de diretrizes para a elaboração e gestão de zonas húmidas; desenvolvimento de modelos de alocação de água; prevenção da poluição e recuperação de recursos ambientais; estudos do papel da água para produção de alimentos e redução da pobreza.
  • Águas Urbanas: desenvolvimento de planos para a gestão integrada da água urbana; reconhecimento de riscos e incertezas na gestão da água urbana; desenvolvimento de processos de tratamento baseados em sistemas naturais; desenvolvimento de sistemas descentralizados e de baixo custo para o fornecimento de água e saneamento; desenvolvimento de tecnologias avançadas para tratamento de águas residuais; desenvolvimento de modelos e soluções para risco de inundação urbana.
  • Ecologia e Recursos Hídricos: processos ecológicos em sistemas aquáticos, ecohidrologia; mensuração e valoração dos serviços ecossistêmicos.
  • Hidroinformática: modelagem de paradigmas, incertezas e riscos; sistemas de engenharia, otimização e integração; tomada de decisão colaborativa e computação e aprendizagem baseados na internet.

O Edital está disponível no seguinte link.

HIDROEX: Correios lança em Frutal selo alusivo ao Ano Internacional de Cooperação pela Água

Arte do selo lançado em Frutal

Frutal, por ser sede do UNESCO-HidroEX, está entre as três cidades escolhidas pelos Correios para o lançamento do selo alusivo ao Ano Internacional de Cooperação pela Água. O evento aconteceu na última sexta-feira (22), na sede do centro, durante as comemorações do Dia Mundial da Água. Na mesma data, o selo também foi lançado em Brasília (DF) e Foz do Iguaçu (PR).

A arte do selo é representada pelo  uso pacífico e sustentável dos recursos hídricos, por meio do utilização de um conta-gotas que passa dentro, fora e ao redor do globo. A água é mostrada de forma cíclica, simbolizando o uso sustentável.  O desenho demonstra, também, a sua acessibilidade para todo o planeta. A arte possui detalhes que transmitem os efeitos concebidos à Terra e às pessoas pela  água: um pedaço de solo árido sendo tomado pelo verde, árvores, plantação e o saciamento sugerem desenvolvimento humano, integridade do meio ambiente e erradicação da pobreza e da fome.

Acima do bloco, encontra-se a logomarca do Ano Internacional de Cooperação pela Água – 2013. Inspirado nessa marca, ao fundo, existe uma quantidade abundante de água em movimento para dar ritmo orgânico, vida e reforçar a composição. Os selos estarão sendo vendidos até 31 de dezembro de 2016.

UNESCO-HidroEx: Curso – Gestão Integrada de Bacias Hidrográficas

%d blogueiros gostam disto: